quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Natureza humana (Sérgio Lopes)

Ninguém é tão perfeito que consiga
Fugir dos olhos vivos do Senhor
Que vê além do mais profundo abismo
E até segredos que eu nunca falei

Ele sabe cada um dos meus desejos
O que faço, onde ando, quem procuro
Conhece o meu passado e o meu presente
E quer fazer feliz o meu futuro

Eu luto é contra a minha própria alma
A natureza humana que há em mim
Eu quero sepultar o velho homem
E andar em comunhão com Cristo
Viver, cantar só para Ele
Morrer pro mundo e
Reviver pra Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário