quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Quem sou eu? (PG)

Quem sou eu,
Pra que o Deus de toda terra
Se preocupe com meu nome?
Se preocupe com minha dor?

Quem sou eu,
Pra que a estrela da manhã
Ilumine o caminho
Neste duro coração?

Não apenas por quem sou
Mas porque Tu és fiel!
Nem por tudo que eu faça
Mas por tudo que Tu és!

Eu sou como um vento passageiro
Que aparece e vai embora
Como onda no oceano
Assim, como um vapor

E ainda escutas quando eu chamo
Me sustentas quando eu clamo
Me dizendo quem eu sou
Eu sou teu!

Quem sou eu,
Pra ser visto com amor?
Mesmo em meio ao pecado
Tu me fazes levantar!

Quem sou eu,
Pra que a voz que acalma o mar
E acaba com a tormenta
Que se faz dentro de mim?

Não apenas por quem sou
Mas porque Tu és fiel!
Nem por tudo que eu faça
Mas por tudo que Tu és!

Eu sou como um vento passageiro
Que aparece e vai embora
Como onda no oceano
Assim como um vapor

E ainda escutas quando eu chamo
Me sustentas quando eu clamo
Me dizendo quem eu sou
Eu sou teu,
Eu sou teu!
Eu sou teu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário